remédios que devem ser evitados na gravidezNesse artigo saibam quais são os remédios que devem ser evitados na gravidez para não causar nenhum problema ao bebê.

Dicas de remédios que devem ser evitados na gravidez

Quando uma mulher descobre que está grávida, ela deve tomar cuidados diários para não prejudicar sua saúde, nem a de seu filho. Com isso, além de ter uma boa alimentação, as grávidas devem evitar bebidas alcoólicas, cigarros e até mesmo alguns remédios, pois podem causar problemas tanto para a mãe, quanto para o bebê. Os remédios que devem ser evitados na gravidez normalmente podem causar problemas na formação do feto, podendo em alguns casos até causar um aborto. Por isso, conheça os remédios que devem ser evitados na gravidez.

Opções de remédios que devem ser evitados na gravidez

As opções de remédios que devem ser evitados na gravidez podem causar grandes problemas durante a gravidez e por isso devem ser evitados. Caso esteja grávida e com algum desconforto ou dores, procure seu médico antes de tomar por conta própria algum remédio para evitar problemas maiores. Normalmente os remédios que não causam problemas na gravidez são os relaxantes musculares e até mesmo o Tylenol caso a grávida tenha febres.

Sugestões de remédios que devem ser evitados na gravidez

Essas são dicas de remédios que devem ser evitados na gravidez:
– Isotretinoína e ácido retinóico – remédios para acne;
– Varfarina – anticoagulante;
– Sumatriptano e propranolol – remédios para enxaqueca;
– Cortisona (para inflamações);
– Espironolactona e bloqueadores do canal de cálcio – para função cardíaca e função arterial;
– Colcichina ou alopurinol – remédios para tratamento de gota;
– Cimetidina – usados para alterações gastrointestinais.
Essas são sugestões de remédios que devem ser evitados na gravidez.