herpes labialConheçam agora as formas de tratamentos para herpes labial e qual os riscos que essa doença oferece para o portador.

Causa do herpes labial

A causa do herpes labial é um vírus que afeta a mucosa da boca e pode chegar a causar diversas complicações neurológicas. Até hoje não foi descoberto a cura para herpes labial, mas existem alguns tratamentos que tendem a diminuir os sintomas causados pela doença. A infecção ocorre com a multiplicação do vírus e assim começam a aparecer manchas vermelhas e bolhas que são bastante dolorosas, que contém líquido com vírus em seu interior. Por isso, as rupturas das bolhas podem transmitir a outro individuo a doença.

Sintomas do herpes labial

A infecção do herpes labial normalmente é via oral. Os sintomas do herpes labial são dores de cabeça, fadiga, febre e inflamação das gengivas. O herpes labial atingiu 85% da população Brasileira e podem existir ainda algumas complicações rara como a queratoconjuntivite do olho, que pode levar o portador a cegueira e a encefalite. A multiplicação desse vírus no cérebro pode causar mais danos como convulsões, anormalidade neurológicas e psiquiátricas, que podem levar até a morte.

Tratamento do herpes labial

O tratamento do herpes labial deve ser feito com acompanhamento médico para evitar que a doença se manifeste mais. Óleos de melissa, por exemplo, tendem a diminuir os sintomas do herpes, além de óleos de tomilho, manjerona, junípero e outros. Os medicamentos mais usados, são aqueles a base de aciclovir, valaciclovir, penciclovir e famciclovir que tendem a aliviar as dores e os sintomas da doença. Essas são informações do herpes labial.